sexta-feira, outubro 10, 2008

“O Eterno Deus Muh dança!”

O Deus Muh dança nos tempos, saltitando sobre Cronos, desordenando, futuro, presente e passado pelas freqüências dentro do emaranhado dos fios.

O Deus Muh dança com os amores nas festas de casais.

O Deus Muh dança sobre os pais envelhecendo os filhos.

O Deus Muh dança pelas ruas, esquinas, becos e beiras.

O Deus Muh dança nas árvores das praças, nos jardins, desalinhando o cabelo das estátuas.

O Deus Muh dança com as marés, com os lobos, com as Deusas.

O Deus Muh dança nos caminhões, sobre as motos, em bicicletas.

O Deus Muh dança no ar, na terra e nas labaredas.

O Deus Muh dança nos cinemas, teatros e novelas da vida, nas tintas.

O Deus Muh dança em mim ainda.


*O título "O eterno deus Mu dança!" é letra e música de Gilberto Gil de 1989.