quinta-feira, novembro 06, 2008

Sinastria – Parte I

Para Sarah Antunes

“Num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra.”
(Caio Fernando Abreu)


O que deve acontecer quando duas almas se reconhecem em apenas um olhar fixo e tímido? Em qual esfera devem brilhar? Em mundos feitos de sonhos antigos e cansados? Será feita a tentativa de descrever quando o acaso abraça este caso por trás.

Os olhos espelham a vontade não dita da boca pra fora por querer ser da boca pra dentro. A função de verbalizar o que não é dito se compensa com outras Linguagens de Bagagem carimbadas em diversos mundos afetivos. E pelo orifício do olho, transportam a alma para ser injetada no coração um do outro. Esta pressão é forte e alguém pode baixar o olhar segurando a alma com as mãos. Então, percebem os sons batidos pelo estômago após a avalanche de centenas de sensações de uma alma trocada: sentem que é preciso iniciar a mútua rotação. As almas em corpos trocados se transformam em mil constelações entre planetas. A Sincronicidade dos opostos e, mesmo desta forma, perfazem conjunções. Os mundos entram em órbita aliando suas energias em signos rivais. A força também faz conjunções entre outras esferas do eu: Lua e Vênus, Vênus e Saturno, Lua e Urano, Vênus e Plutão. E o pesado fluxo da energia converte as almas afinadas na canção do amor em instinto. As almas se transformam em felino e aracnídeo. Lutam pelo poder da energia trocada. Garras e ferrões. Veneno e mordidas. Sangue e saliva. Prazer e dor. O momento é o segundo. E no mesmo segundo os mundos envolvidos dividem a alma com a carne. O ponto é apenas um antes da explosão. Os corpos se distraem. Estabilizam como um vulcão ativo dentro do oceano.

11 comentários:

San disse...

Os opostos se atraem? Ou as diferenças faz com que nós aprendemos mais sobre nós mesmos?

Adorei!!!
Bjo

Anônimo disse...

Demais ... Adorei o texto ! Vc é incrível .. Deve ser por isso q gosto e t admiro tanto ! N é qualquer um q tem essa sensibilidade e principalmente consegue colocar em palavras "sentimentos" !

Bjo ...

Tati

Mi disse...

E eu digo: cuidado com o olhar, os olhos são as portas da mentira.
"Os opostos se distraem, os dispostos se atraem." (Teatro Mágico)
Sinto falta da nossa.

PS: Venha ler a minha cegueira da visão.

Rachel Alice disse...

Essa historia de olhar e ser pega por ele acontece a todo momento,mais somente os corajosos vivem de olhares !!
O acaso nunca vai ser descaso se nao tiver caso .

COMPLETO disse...

O MAIS COMPLETO AMOR É O QUE VIVIFICA O QUE IMPERA MESMO SENDO AMADO DE OUTRA FORMA
O MAIS PURO DESEJO É O QUE ARDE, QUEIMA, MESMO SENDO DESEJADO POR POUCO TEMPO
O MAIOR E MAIS PURO GESTO É O QUE ACEITAÇÃO A OPINIÃO E A DECISÃO ALHEIA.
ESPERO QUE ESTEJA TUDO BEM !!!

katherine disse...

Paixão...
Que somos nós sem esse delicioso mistério?
Por que tantas pessoas fogem,negam,disfarçam?
Se no fundo o que desejamos é encontrar a alma especial no meio da multidão perdida...
Vivemos em busca do olhar perfeito,aquele que nos ilumina com tanta intensidade que chega a cegar...
A paixão... cega,emburrece,entristece,aborrece,quando acaba deixa marcas,deixa feridas...Mas deixa também a incrivel(e indiscutivel)sensação de prazer,de realização,de estar viva...

Anônimo disse...

nossa... que texto maravilhoso... vc conseguiu em singelas palavras traduzir a mais salutar das emoções de um encontro de almas, o aflorar da paixão... e a sua transformação... o amor que nesta fase, meramente é apenas a consequencia da explosão vulcânica das células magestrais... rsss
Muito bom mesmo, adorei.
Simone.

Jonathan Alves disse...

Muito interessante seu blogger!

Anônimo disse...

Você me faz tem nojo de mulher e me faz repugnar os homossexuais....

Anônimo disse...

O vc do ultimo anônimo... nao ta satisfeito cai fora!!!!!!! Logo se vê que nao entende nada mesmo, entao pq leu ô enrustido!!!

Sarah Antunes disse...

O cheiro é de paixão.
O gosto é de veneno.
A cor é de pecado.
O nome remete à vida boemia, numa época que amor não tinha pudores.
O toque é de veludo.
A entrega é de água.
E a boca (ah!) é de fogo.

Nojo e repugnação são sentimentos latentes naqueles que nunca tocaram na alma que nasceu para lhe encantar a vida. Lamentemos todos pela infelicidade e solidão de pessoas assim...