sexta-feira, maio 08, 2009

Para-Raio Queimado

Sinto-me em nuvens negras
E relampio, às vezes.
Lá do alto, o clarão me cega
Ameaço cair
Mas não chovo.

3 comentários:

jan disse...

"Nuvens negras"! Para alguns, a segurança da escuridão e do embalar da natureza...entrega ao destino...
Por outro lado, falta de rumo. Que decisão? Acho que aquela (relâmpagos)! Mas é rápido e cega ainda mais...
Não! Não caia!
Sim, não chova!
Daí vc é parte do indomavel...incontrolavel pelas maos humanas...
Parabéns!

auroraborealemprosa disse...

sinceramente, magnífico seria pouco...
Isabela né: tem msn?? queria converssar contigo ;D Abraços.

Dé disse...

Siga, siga...

Aceite, viva, trânsite..transforme.

E lá no escuro enxergou a luz.
E aqui no claro a sombra se fez reflexão.

De todas as formas em enxergar.
A escolha é digna para chorar.
Porque sorrir faz parte disso tudo.
Em tudo há de sentir, assim voar, escolher, além de sobreviver.

Tudo.. igual..

:)