terça-feira, abril 15, 2008

RÁDIO ALMÁTICO - MODO GRAVADOR: PARTE II

- Eu quis te dar uma casa no alto da Ilha e você não quis. Essa casa era toda amarelinha com dois olhos de janela e você não quis. Ela já tinha as telas para converter luz solar em energia. Faríamos a nossa própria luz, a nossa própria energia... mas você não quis... você não quis... - Ela disse para que eu respeitasse as escolhas dela e eu o fiz.

6 comentários:

KarinãO disse...

Eeee....oh eu aki \o/

Vc e suas metaforas..mas ainda q metáforas..cade as ilustrações?
Passei pra te passar um outro site mto bom pra pegar fotos de alta qualidade, http://www.flickr.com/ é tipo um "fotolog" em que a maioria gosta mesmo de fotografar, isso se nao for fotografo...vc podia colocar sua casa amarela na ilha assim neh... http://www.flickr.com/photos/19seconds/2385364216/sizes/o/

Bjooo

SANCHES disse...

Q TODA VERDADE SEJA SEMPRE PARALELA ...

UAU !!! FANTASTICA GUERRA ... ONDE DOIS JOGAM E DOIS TEM Q GANHAR PRA HAVER UMA UNICA ALMA VENCEDORA ...

BEIJOS ISA .

diana sandes disse...

cruel

diana sandes disse...

postei um conto-crônica, vê o que vc acha,
bjos

Silvião Côrtes disse...

Quando recusares minha casa lhe darei a ilha, quando recusares o sol lhe oferecerei a lua, se não quiseres minha energia, lhe darei tudo que há de obscuro em mim. Se me frustares em não me beijar, irei a sua frente e beijarei seu caminho onde quer que vá e se ainda assim desviares o olhar, sentarei sobre aquela pedra à beira mar, e olharei seus olhos enquanto existirem olhares!

Silvião Côrtes disse...

Veja esse texto em meu blog Isa! Grande beijo!