segunda-feira, maio 17, 2010

Casa 10 da Rua 18

Não adianta enumerar o embalo do tempo - existe um Saturno
sobre os nossas cabeças.

2 comentários:

san disse...

Cada dia mais eu te admiro pela tua sensibilidade de escrever, ainda vou te ver lançar o seu livro um dia! rs

Bjao

Fabrício Flávio disse...

Esse Saturno pesa tanto na minha cabeça, exatamente como uma mulher muito gorda e nua, sentada lá, na minha cabeça, esfregando sua vulva nos meus pensamentos...